Verdades e Mitos – Manutenção de VE


Quando falamos de carros eléctricos é habitual ouvirmos alguém argumentar que a manutenção de carros elétricos é mais frequente, complexa e cara do que os carros tradicionais.

Já todos sabem que os carros eléctricos vieram para ficar, sobretudo quando a aposta das marcas neste tipo de tecnologia não deixa espaço para dúvidas.  Algumas das principais questões para os consumidores são “A manutenção de um carro elétrico é mais cara do que um carro tradicional?” ou “Um carro elétrico exige manutenções mais frequentes?”

Vamos tentar explicar.

A manutenção de um carro elétrico é mais cara do que um carro tradicional?

Falso. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a manutenção de um carro eléctrico é menos dispendiosa em detrimento de um carro a combustão.

Existem algumas razões que tornam esta manutenção mais simples, e consequentemente mais económica.

Ou seja a manutenção torna-se mais simples, isto porque o motor elétrico tem menos componentes que exigem uma manutenção com maior frequência.

Repare que um carro a combustão tem muitos mais componentes do que um carro elétrico.

Na seguinte tabela são apresentadas algumas das peças que mais vezes figuram na fatura da manutenção de um carro a combustão.

Esta tabela apresenta 8 componentes, mas quantos destes é que será que existem num carro elétrico?

 

Componente Carro elétrico Carro a combustão
filtro de ar
filtro de combustível
velas
filtro do óleo
correias de distribuição
filtro de ar do habitáculo
óleo do motor
pastilhas dos travões

 

Como pode observar na tabela, das oito peças, apenas duas constam nos carros elétricos.

Existem outras peças que se encontram presentes nos carros a combustão e que não constam nos carros elétricos, o que torna as manutenções dos VE mais económicas.

 

Um carro elétrico exige manutenções mais frequentes?

Falso. A construção dos motores elétricos necessitam de um menor número de componentes.
Alguns destes componentes exigem uma manutenção regular (óleo de motor, filtros de ar e combustível), contudo estes não fazem parte dos carros elétricos.

Para além da construção mais simples, a forma como o carro elétrico é construído e funciona, mais propriamente o motor, origina um desgaste inferior noutras peças dos carros elétricos.

Um dos sistemas que não sofre um desgaste tão elevado devido à construção e ao funcionamento dos carros elétricos é a suspensão.

 

Conclusão

Como foi descrito, o motor elétrico quando comparado com um motor a combustão é mais simples. Entenda-se por simples: menos componentes, que exigem manutenções mais intervaladas e económicas.

Além de que o funcionamento dos automóveis elétricos ajuda a conservar alguns dos componentes do carro ao contrário dos automóveis a combustão.

Assim, no geral, desmistifica-se a ideia que a manutenção de um carro elétrico é “dispendiosa”.

Fonte:e-konomista